Eu indico Academia Asas da Noite - Bárbara Teixeira


Olá apaixonados por um bom livro.

Para aqueles que como eu gostam de acompanhar as comunidades de livros no Orkut, já deve ter lido sobre Academia Asas da Noite. Não? Por onde você andava? Em marte!? (rsrsrsrsrs) Brincadeiras aparte vamos continuar.

Pois bem, Academia Asas da Noite escrita por Bárbara Teixeira (minha mana). Ela é uma espécie de web-novela, hoje a sua comunidade conta com mais de 338 membros. Um fato notável para uma comunidade de apenas um ano, apesar de que a autora já tenha outras 3 comunidades referentes a o livro. Um sonho para muitos fãs da Academia  que desejam ter em sua cabeceira um exemplar do livro seria sua publicçaõ. Enquanto conversava com a Bárbara perguntei sobre os membros da comunidade, se eles são ativos, ela me falou o seguinte:

Sim!Toda vez que tenho algo postado, lá estão eles comentando. Eu gosto disso, é um grande incentivo para mim saber que eles gostam do que escrevo.

Confesso que sou um membro pouco ativo para a comunidade. Até hoje não parei para ler o último capítulo postado, mas logo que conseguir um tempo lá estarei. Eu indico esse livro/web-novela, quem sabe você  se junte aos fãs da série?


Kimberly Diggory é uma adolescente aparentemente comum que tem um grande problema com autoridades. Não é para menos. Afinal, tem que lidar não só com a angústia normal de sempre ser um peixe fora d'água, mas também com o fato de ela ser uma mestiça,filha de um vampiro com uma humana. É claro que isso lhe traz muitos problemas. Mas nem ela poderia saber da gravidade do que encontraria ao ser enviada para Academia Asas da Noite.

Mesmo cursando o colegial em um prestigiado internato para vampiros, há algo, no entanto, que a distrai de suas responsabilidades acadêmicas: ela está perdidamente apaixonada por Sebastian Connor. Guardião em carregado de que nada aconteça com sua vida.

 Bons personagens, boa história e diversos mistérios em torno de Kimberly e seus amigos que dão ritmo ao livro e o tornam um ótimo começo para uma série que tem tudo para ser excelente. Espero que tenham gostado até a próximo "Eu indico"

Juliana Teixeira


Outono de Sonhos - Adriana Brazil

Autora: Adriana Brazil
Gênero: Romance
Ano: 2011
Total de Páginas: 355
ISBN: 9788576795315
Editora: Novo Século

Helen é uma jovem de Florianópolis que vai a seu primeiro dia de faculdade de letras na UFSC. No campus, ela acaba conhecendo Sarah, Diego, Álex, Evelyn e outras pessoas que se tornam seus amigos.
 Os professores, vendo o talento na escrita da jovem, convidam-na a continuar uma belíssima história chamada O Príncipe e A Plebeia, iniciada por Andrew, e que fez muito sucesso tanto dentro quanto fora da faculdade, publicada pela revista Tempus, mas que após um acidente não pôde (e não quis) continua-la. Helen aceita, mas a partir do momento que começa a ler, se vê perdidamente apaixonada pelo autor sem ao menos conhecê-lo. A partir daí, procura saber ao máximo da vida do rapaz e descobre muitas coisas... Uma delas, é que ele não tem mais vontade de viver, por conta das marcas que o tal acidente deixou, daí o abandono à história. Após algum tempo, os amigos de Andrew conseguem convencê-lo a ter um encontro com Helen, para se conhecerem e trocarem ideias sobre o conto, que até então, não tinha nenhuma vontade de ver outras pessoas. E a partir desse encontro, muitas coisas mudam na vida dos dois jovens... Helen, com sua grandiosa fé em Deus e com sua maneira de ser, muda os conceitos do jovem Andrew em relação à vida, às pessoas, ao mundo e ao amor.

- Comentário da Juliana -

Meninas e meninos quando olhei a capa do livro me apaixonei. Ela é leve, linda e descreve bem o Outono
A própria sinopse já encanta, nós fala de uma história de superação,fé em Deus ,nas pessoas é no amor. Já coloquei o livro na pilha de leitura, e espero que ele seja bom como a capa e sinopse.

Eu deixarei que morra em mim...


"Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces 
 Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto. 
 No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida 
 E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz. 
 Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado. 
 Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados 
 Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada 
 Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado. 
 Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face. 
 Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada. 
 Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite. 
 Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa. 
 Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço. 
 E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado. 
 Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos. 
 Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir. 
 E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas. 
 Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada."

Vinícius de Moraes




Resenha #2: Sorte ou Azar? de Meg Cabot

Uma azarada contra forças sinistras e feitiços perigosos.

Ficha Técnica
Título original: Jinx
Editora: Galera Record
Ano: 2007
Páginas: 288
ISBN: 9788501080912
Mais sobre o livro: Skoob


Sinopse: A falta de sorte parece perseguir Jinx onde quer que ela vá – e por isso ela está tão animada com a mudança para a casa dos tios, em Nova York. Talvez, do outro lado do país, Jinx consiga finalmente se livrar da má sorte. Ou, pelo menos, escape da confusão que provocou em sua pequena cidade natal. Mas logo ela percebe que não é apenas da má sorte que está fugindo. É de algo muito mais sinistro… Será que sua falta de sorte é, na verdade, um dom, e a profecia sob a qual ela viveu desde o dia que nasceu é a única coisa que poderá salvá-la?  

Casamento de conveniência - Madeline Hunter!



Sinopse:  Mas este casamento não é o que parece…
Lady Christiana Fitzwaryn está apaixonada. Infelizmente, o seu futuro marido não é o homem dos seus sonhos mas sim um perfeito desconhecido, com quem o próprio rei Eduardo negociou o enlace. Sobre este homem, Christiana apenas sabe tratar-se de um mero mercador plebeu. Não estava, pois, preparada para o primeiro encontro: David de Abyndon revela ter um carisma extraordinário e nutre uma indiferença desconcertante em relação ao estatuto social dela. Para sua grande surpresa, é a aristocrata quem se sente perturbada na presença daquele homem de enigmáticos olhos azuis.

As regras da Sedução - Madeline Hunter


Sinopse: Hayden chega sem aviso e sem ser convidado - um estranho com motivações secretas e um forte carisma. Em poucas horas, Alexia Welbourne vê a sua vida mudar irremediavelmente. A relação entre ambos é tensa, agitada e incómoda. Para Alexia, Hayden é o culpado da sua desventura: sem dote, ela perdeu qualquer esperança de algum dia se casar. Mas tudo muda quando Hayden lhe rouba a inocência num acto impulsivo de paixão. As regras da sociedade obrigam-na a casar com o homem que arruinou a sua família. O que ela desconhece é que o seu autoritário e sensual marido é movido por uma intenção oculta e carrega consigo uma pesada dívida de honra. Para a poder pagar, ele arriscará tudo... excepto a mulher, que começa a jogar segundo as suas próprias regras…

Série Rothwell
- As Regras da Sedução
- Lições de Desejo
- Jogos de Sedução
- Os Pecados de Lord Easterbrook

Jogos da Sedução - Madeline Hunter


Sinopse: Ele conhece todos os segredos dela…
Numa sala repleta de convivas, os seus olhares cruzam-se com uma intensidade invulgar… mas os seus mundos vão colidir violentamente. Ela é Roselyn Longworth e, antes de a noite terminar, vai ser leiloada. Ele é Kyle Bradwell, o homem que lhe dará a conhecer o Inferno. Todavia, quando vence o leilão, Kyle trata Roselyn com uma delicadeza a que ela não está habituada desde que um escândalo familiar arruinou a sua reputação. E quando finalmente descobre o que o motivou a salvá-la do seu terrível passado, é já demasiado tarde: Roselyn está perdidamente apaixonada pelo homem que sabe os seus mais íntimos segredos. Agora, ele surpreende-a com um pedido de casamento – o primeiro passo num jogo de sedução que exigirá nada menos que a sua completa rendição…


Série Rothwell
- As Regras da Sedução
- Lições de Desejo
- Jogos de Sedução
- Os Pecados de Lord Easterbrook

Porque um dia ou um minuto pode ter o valor de uma vida inteira.

 

Às vezes a gente pensa que encontrou o caminho certo no meio da tempestade, porque de repente a visão fica nítida e tudo o que parecia turvo e sem brilho, volta a clarear a mente. A chuva era ilusão, provocada pelo sonho e pela vontade de ser, ter, ver, ouvir, sentir, viver...

Às vezes a gente acha que esqueceu o que nunca deveria esquecer, ou não poderia, jamais! Mas a gente esquece ou finge esquecer, enquanto a dor permanece intacta, escondida forçadamente num cantinho secreto da alma, que absorve estes sentimentos que não damos conta de enfrentar sozinhos.

Às vezes a gente pensa que o mundo poderia ser diferente do que sonhamos, do que esperamos, porque somos seres insatisfeitos por natureza, sempre em busca de algo que ainda não conquistamos, numa eterna luta interna com nossas vontades e necessidades, que nem sempre estão em sintonia com a nossa realidade, com o dia-a-dia do nosso viver / querer.

Às vezes a gente acredita que é feliz até tropeçar em algo que machuca mais que uma pedra no meio do caminho. Mas a gente segue a jornada, porque um dia foi feliz, porque um dia aconteceu e foi verdade, porque um dia ou um minuto pode ter o valor de uma vida inteira.

Às vezes a gente chora e às vezes a gente ri... porque assim é a vida e estamos aqui para aprender.
Aprender? Sim... mas o que?

Isto ainda é uma incógnita para a maioria de nós. O fato é que tanto o sofrimento quanto as alegrias nos fazem aprender, se não fecharmos o coração para o que foi e para o que há de vir.

Aprender é viver. Viver é aprender.
Isto, ao menos, eu já aprendi.

[Du]

Fonte:
Blog a moça do sonho

Fé e medo são dois lados da mesma moeda

"Todo mundo ama um dia,
todo mundo chora um dia
a gente chega e o outro vai embora" -
Tocando em frente


 
-Não posso, não posso, de novo não – ela disse sem parar e desesperadamente ao entrar no apartamento.
- Não pode o que Claire? – perguntou Frances, sua amiga que estava deitada confortavelmente lendo no sofá.
-Não posso Frances... Simplesmente não posso porque não acredito. – Claire sentou ao lado da amiga que deixou o livro de lado para tentar entender as loucuras que estava ouvindo.
- Espera – disse – qual o problema?
- O problema? – riu sarcasticamente – O problema é que não posso me envolver, isso tudo não passa de uma ilusão, eu sei disso, sei lá no fundo – levantou e começou a andar de um lado pro outro – sei que não mereço isso, isso nunca aconteceu.
- Dá pra parar de andar de um lado pro outro e ficar quieta, Claire? – Frances levantou, indicou o sofá para Claire sentar, esperou que ela o fizesse e cruzou os braços – Olha aqui... Você tá com medo, não é? Medo de estar vivendo um sonho, de quebrar a cara, tá com medo do desconhecido e de ser feliz. Larga de ser trouxa, Claire! Você vive fugindo daquilo que te faz bem; vive interrompendo as coisas pela metade; vive se culpando por crimes que não cometeu.
                Claire levantou, foi até a janela, esperou um pouco e depois se virou para a amiga dizendo:
-Você diz isso tudo, mas sabe que não funciona. Você é uma sonhadora boba que acredita demais nas pessoas. Seu problema é esse, Frances.
-Ou talvez o seu problema seja não ter um pouco de fé em si mesma. 
-Fé? – Claire caminhou para a cozinha e pegou um copo d’água. – O que você entende de fé?
                Frances era expert nesse assunto. Em crer. Acreditar. Sim, ela já havia sofrido muito ao acreditar demais, ao esperar demais, só que a fé que as decepções lhe ensinaram foi o melhor presente que ela poderia imaginar possuir. Porque fé é isso mesmo: a gente só ganha quando perde o medo. De tentar. De arriscar. De caminhar sem olhar pra trás, sem preocupar com os espinhos, buracos, curvas à frente. 
                A garota de olhos castanhos escuros, um corpo esguio e um coração do tamanho do mundo olhou para a amiga que parecia uma estátua de um anjo perdido à sua frente.
-Fé, Claire, é dar uma chance ao desconhecido. Recompensa de fé é descobrir que aí dentro – apontou a amiga – existe um altar pronto pra receber seus medos, tristezas, anseios e te dar em troca toda a felicidade da face da Terra.
                As duas ficaram em silêncio durante um tempo.
-Tenho medo.
-E quem não tem, Claire? Mas isso a gente supera.
-Como?
-Ah, querida! – Frances foi até a janela da sala, abriu-a e olhou para baixo – Do jeito mais simples e bonito que existe: vivendo. – Ela sorriu à amiga. – Ele ainda está lá embaixo. Não deixe a felicidade escapar por medo de não merecer ser feliz. A felicidade é difícil de encontrar justamente porque ela vem até nós aos poucos, sendo construída num caminho tortuoso e se ela está aqui pra você... Viva.
 Isa G.

Então, que seja doce. Repito todas as manhãs, ao abrir as janelas para deixa entrar o sol ou o cinza dos dias,bem assim: que seja doce

Caio Fernando de Abreu

Fonte aqui.

Notícias sobre o Once Burned, o livro do Vlad de Night Huntress

A Jeaniene postou em seu blog que o lançamento do Once Burned, primeiro livro da série do Vlad, que nós conhecemos de Night Huntress, foi adiado para 26 de junho de 2012.
Ela explicou que era para garantir um livro de qualidade, e assim entregar algo que ela realmente ama, ela não entregou o livro a tempo e o terminou com mais tempo para garantir que nós possamos ter um livro que ela esteja contente e satisfeita.


Aqui vai o trecho completo do post:
Back to Vlad and Leila’s book, Once Burned, for a moment. Here’s a very condensed version of something that I may write a far too long post on the in future: Because the book wasn’t turned in until November 1st, the release date has been pushed back from the end of March until June 26th. Basically my choices were these: rush to finish the book by October 1st and then have a less thorough edit done on it to make the March release date, or finish the book in the time necessary to give it my best effort and have the normal, multi-layered editing process done for an end-of-June release. I chose the latter. I’ve long said to readers that I can never guarantee that they’ll love every book I write (tastes vary, and subjectivity is the spice of life!), but I can guarantee that I’veloved the book and given it my very best effort. Having Once Burned release on the earlier date would have made me unable to say that, and that wasn’t acceptable to me. So while I’m sorry that readers will have to wait a little longer, but I promise that you will get a much better book as a result.

A espera é árdua, porém vale a pena. Ela também escreveu que com certeza haverão mais livros sobre Vlad e a Leila, já que ela se sentiu conectada com eles de um modo que ela não sentia desde a Cat e o Bones!

Trecho:
’ll also say that even if I hadn’t intended to write more than one book with Vlad and Leila before I started Once Burned, I would’ve insisted on it about halfway through writing their story. I haven’t felt this plugged in to a couple since I started writing Halfway to the Grave over eight years ago, so it’s a very happy time for me as a writer!
Fonte aqui.

Sneak Peek de A Taste of Midnight para os fãs do Facebook de Midnight Breed

A Lara Adrian postou um sneak peek da história da Danika exclusivo para os fãs do Facebook da página de Midnight Breed.



Clique aqui para curtir e ler. O ebook será lançado dia 5 de dezembro! É um presente de natal!

Quote do livro Lothaire – IAD

O lançamento do próximo livro da série Immortals After Dark está se aproximando e com isso a Kresley Cole postou uma quote do livro em seu Facebook oficial.



Tradução livre:
Ela esfregou a sua nuca embaixo daquela queda de cabelo lustroso, então conscientemente colocou um cacho atrás de sua orelha. Será que a mortal de fato sentiu ele a observando?

Um vampiro está te olhando como presa. Você pode sentir, Elizabeth?

Ela estreitou o olhar, olhando em volta de si.

Você pode me sentir…?

É para ter mais quotes na página a partir dessa semana, então vamos prestar atenção!


Mulher Sexo forte

Galera eu estava visitando alguns blogs e deparei com um tema Lumières Ass-Kicking Girls All Time Movie Awards:

Em homenagem às mulheres que não gostam de apanhar, aqui vai...
 
Xena, Princesa Guerreira
 

Red Sonja
 
Elektra
 
Chris Sanchez

Sarah Connor

Jean Grey
The Bride
Trinity

Bandidas

Silk Spectre II

Aeon Flux

Selene

Nikita

Charlie's Angels 1

Charlie's Angels 2

Lieutenent Ripley

Guinevère

Elizabeth
Lara Croft
Milla como Alice
Milla como Leeloo

Milla como Joana d'Arc
Milla como Violet
 
Espero que tenham gostado. Bjkssssss!!!!

Lothaire – Immortals After Dark


Descrição mais completa, da parte de trás da capa, do próximo livro da série Immortals After Dark, o Lothaire, escrita pela Kresley Cole foi publicada:

House of Night – Lenovia’s Vow


Capa do livro Lenobia’s Vow (O Juramento de Lenobia) de PC Cast e Kristin Cast.
The second of the House of Night Novellas brings us Lenobia, the strong, beautiful horseback riding instructor, who guides Zoey through some of her darkest hours, and has a dark secret buried in her own past…

In a small southern town at the turn of the century, young Lenobia is developing into a beautiful young woman with ideas of her own. But when she is Marked as a fledgling vampyre, her world turns upside down, and she is drawn to the musical streets of New Orleans. There, she learns of the city’s dark underbelly, ruled by powerful black magic. As Lenobia experiences her first love – and loss – and discovers a passion for horses to sustain her, she must come face-to-face with Darkness itself. And she may not escape without scars.

Tradução livre:

O segundo livro de House of Night nos traz Lenobia, a forte, bela instrutora de equitação, que guia Zoey em algumas de suas horas mais sombrias, e tem um segredo sombrio enterrado em seu passado …
Em uma pequena cidade do sul na virada do século, Lenobia está se tornando uma linda jovem, com idéias próprias. Mas quando ela é marcada como uma jovem vampira , seu mundo vira de cabeça para baixo, e ela é levada para as ruas musicais de Nova Orleans. Lá, ela descobre lado sombrio da cidade, governada por magia negra poderosa. Enquanto Lenobia vive seu primeiro amor – e a perda – e descobre uma paixão por cavalos para sustentá-la, ela deve ficar cara a cara com a própria escuridão. E ela pode não escapar sem cicatrizes.

Fonte aqui.

Quotes do Last Breath – TMV

Meninos e meninas o próximo livro da série The Morganville Vampires, escrita pela Rachel Caine, Last Breath terá seu lançamento dia 1 de novembro!


Clique aqui para ler o primeiro capítulo.
Para comprar o livro (capa dura) em pré-venda clique aqui.  O livro será lançado nos Estados Unidos dia 1 de novembro.
Descrição:
With her boss preoccupied researching the Founder Houses in Morganville, student Claire Danvers is left to her own devices when she learns that three vampires have vanished without a trace. She soon discovers that the last person seen with one of the missing vampires is someone new to town-a mysterious individual named Magnus. After an uneasy encounter with Morganville’s latest resident, Claire is certain Magnus isn’t merely human. But is he a vampire-or something else entirely?
Tradução livre:
Com o seu chefe preocupado em pesquisar as casas dos Fundadores em Morganville, a estudante Claire Danvers é largada com seus próprios instrumentos quando ela descobre que três vampiros sumiram sem deixar nenhum rastro.  Ela logo descobre que a última pessoa vista com um dos vampiros sumidos é alguém novo na cidade – um indivíduo misterioso chamado Magnus.  Depois de um encontro inquieto com o mais recente morador de Morganville, Claire tem certeza que Magnus não é meramente humano.  Mas ele é um vampiro – ou algo inteiramente diferente?
Aqui vai alguns quotes.

“I’m angry, Shane. I’m really angry. After everything we’ve done, everything we’ve risked, we’re expendable. And it hurts. Believe me.”
He stopped and looked at her for a moment, then put his arms around her. The street was empty except for a few passing cars, and it felt like they were all alone, against the world. That wasn’t true, but in that moment, Claire was feeling particularly vulnerable.
Shane kissed her on the top of the head and said, “Welcome to Morganville. We grew up knowing that. You’re just now realizing it.”
Tradução livre:
“Eu estou brava, Shane.  Eu estou realmente brava.  Depois de tudo que nós fizemos, tudo que nós arriscamos, nós somos dispensáveis.  E isso doi.  Acredite em mim.”
Ele parou e a olhou por um momento, então colocou os seus braços ao redor dela.  A rua estava vazia exceto por alguns carros passando, e parecia que eles estavam sozinhos, contra o mundo.  Isso não era verdade, mas naquele momento, Claire estava se sentindo particularmente vulnerável.
Shane a beijou no topo da cabeça e disse, “Bem vinda a Morganville.  Nós crescemos sabendo disso.  Você só está percebendo agora.”
Fonte aqui.
SHANE’S POINT OF VIEW:
I lifted the crossbow. It was already cocked and loaded, the silver-tipped arrow a special one, with barbs sticking out so it wouldn’t be easy to pull free.
I wanted this to hurt.
Myrnin still didn’t move. His dark eyes had gone wide, his body very still. Vampires could do that — go so quiet you’d think they were statues. One of the many creepy things I hated about them.
“Tell me why,” I said. My voice sounded flat and hard, but it didn’t sound like me, really. Not the me that Claire trusted, but then, I wasn’t that person now. I’d never be him again. “Was it Amelie? Did she tell you to clean up her loose ends?”
“What are you talking about?” Myrnin asked, and put down the book he was holding. That was stupid, because he might have been able to use it to block the bolt I was about to shoot through his dead heart, but hey, I didn’t mind. “Shane, what’s happened?”
He sounded sincere. He sounded … worried.
My finger tightened on the trigger. I wouldn’t miss, not this time. I’d put it right through his chest, into his heart, and he’d die right here, in agony, the way he ought to die for what he’d done.
Except that there was fear in his face now, real fear, and he said, softly, “Did something happen to Claire?”
Tradução livre:
PONTO DE VISTA DO SHANE:
Eu levantei o crossbow. Já estava engatilhado e carregado, a flecha com a ponta de prata era uma especial, com farpas saindo dela para que não fosse fácil de puxar para fora.
Eu queria que isso doesse.
Myrnin ainda não moveu. Os olhos negros dele ficaram largos, seu corpo parado. Vampiros podem fazer isso – fica tão quietos que você pensaria que eles são estátuas. Uma das várias coisas estranhas que eu odeio sobre eles.
“Me diga porquê,” eu disse. Minha voz soava linear e dura, mas não soava como eu, sério. Não o eu que a Claire confiava, mas aí, eu não era aquela pessoa agora. Eu nunca seria ele de novo. “Foi Amelie? Ela te disse para limpar as pontas soltas dela?”
“Sobre o que você está falando?” Myrnin perguntou, e abaixou o livro que ele estava segurando. Isso foi estúpido, porque ele poderia ser capaz de usá-lo para bloquear a flecha que eu estava prestes a atirar através do seu coração morto, mas hey, eu não me importava. “Shane, o que aconteceu?”
Ele parecia sincero. Ele parecia… preocupado.
Meu dedo apertou no gatilho. Eu não erraria, não dessa vez. Eu a colocaria bem através do coração dele, dentro do seu coração, e ele morreria aqui mesmo, em agonia, do jeito que ele deveria morrer pelo o que ele fez.
Exceto que havia medo em sua face agora, medo real, e ele disse, suavemente, “Aconteceu algo com a Claire?”
Fonte aqui.
CLAIRE’S POINT OF VIEW:
The two-tiered cake itself was uneven and leaning, the icing was messy, the red flowers had melted into the white and left unsettling blood-like stains, and worse of all, as Claire got closer, she realized that the writing on top said MICHAEL & EVA in a big, lopsided, amateurish outline of a heart with an arrow through it.
EVA. Not EVE.
Eve kicked the sofa with her Doc Marten boots and burst into tears, and really, Claire didn’t blame her a bit. Shane was looking helpless as he stood there watching her.
So he did, of course, the wrong thing, and said, “Look, it’s just a cake. I’m sure it’s still delicious.”
Eve glared at him. Claire walked over and put her arms around her friend, and sent Shane an irritated look.
“What did I do?” he said. “Cake! It’s cake! Delicious cake!
Tradução livre:
PONTO VISTA DA CLAIRE:
O bolo de dois andares estava desigual e torto, a cobertura estava bagunçada, as flores vermelhas derreteram no branco e deixaram manchas inquietantes que pareciam sangue, e o pior de tudo, quando Claire chegou mais perto, ela percebeu que o escrito em cima dizia MICHAEL & EVA em um grande, torto, contorno amador de um coração com uma flecha através dele.
EVA.  Não EVE.
Eve chutou o sofá com as suas botas Doc Marten e desatou a chorar, e de verdade, Claire não a culpava nem um pouco.  Shane parecia desamparado enquanto ele estava em pé a assistindo.
Então ele fez, é claro, a coisa errada, e disse, “Olha, é só um bolo.  Eu tenho certeza que ainda está delicioso.”
Eve olhou para ele.  Claire foi até ela e colocou seus braços em volta de sua amiga, e mandou a Shane um olhar irritado.
“O que eu fiz?”  ele disse.  ”Bolo!  É um bolo!  Delicioso bolo!”
Fonte aqui.

Meme Literário #2


Hello Peoples!


Então, ganhei da Is' Ferreirado blog Limite da Alma minha segunda indicação para mais um meme!  obrigado querida \o/ \o/ \o/


Segue do mesmo jeitinho as regras, Cole o Selo, Responda as perguntas, e indique 05 blogs...



Não sou este tipo de garota - Siobhan Vivian

Não Sou Este Tipo de Garota
Sinopse: Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer. 

Resenhas Q - Z

Relação dos livros e filmes resenhados aqui, por ordem alfabética.
*Adoro listas, e segue a das melhores leituras*



Q



R



S



T


U



V
Valente - Filme


W



X



Y




Z





Resenhas de I - P

Relação dos livros e filmes resenhados aqui, por ordem alfabética.
*Adoro listas, e segue a das melhores leituras*





J



L



M



N



O



P