J. A. Redmerski - Entre o Agora e o Nunca


"Os pais têm essa noção distorcida de que as pessoas com menos de 20 anos simplesmente não têm como saber o que é o amor, como se a idade para amar fosse determinada da mesma forma que a lei determina a idade para beber. Eles acham que o "crescimento emocional" da mente de um adolescente é subdesenvolvido demais para entender o amor, para saber se ele é "real" ou não.
O que é uma burrice total. A verdade é que os adultos amam de formas diferentes, não da única forma certa."

Sinopse: Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.
Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.
Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

“Não posso me deixar cair no mundo que é Andrew Parrish, embora tudo no meu coração e nos meus desejos me peça isso. Não é só questão de ter medo de sofrer de novo; todos passam por esta fase, e talvez eu ainda não a tenha superado completamente, mas são tantas outras coisas.” p.169

Sinto que estou fazendo tudo certo; pela primeira vez em muito tempo, sinto que minha vida está voltando aos eixos, só que seguindo um rumo bem diferente, cujo destino eu desconheço. Não sei explicar... só que, bem, como eu disse: sinto que está certo.

2 comentários:

  1. Parabéns pela dica Juliana! Já li Entre o Agora e o Nunca e amei! Um livro surpreendente, sem dúvidas! Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vanessa!!! Eu tô louca para ler ele.

      Excluir

Muito obrigado pelo seu comentário. Espero que tenha gostado do blog e que continue nos visitando! Curta nossa Fan Page